sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O lugar de recomeçar

Não, não é nenhum título de filme...

O lugar de recomeçar é agora, onde você está, do jeito que você está. E o único exercício é deixar-se ser amado.

Sabe quando falamos algo tantas repetidas vezes, que parece que as palavras perdem seu significado?! É a mesma coisa do que chegar do nada e dizer "Jesus te ama". Sim, Ele te ama imensamente, mas é uma frase que infelizmente foi tão banalizada que não tem surtido o efeito que deveria surtir. E para solução, é necessário exeprimentar esse amor. Sei que existe algum santo ou santa que falava que não é somente necessário que eu saiba que sou amado, mas é necessário que eu experimente que sou amado (ou algo do gênero).

O desejo de Jesus é almas santificadas.

Me apaixonei novamente ao ler a passagem da mulher adúltera (uma dessas passagens que, de tanto lermos, a nossa humanidade não permite que surta um novo efeito) e, percebi como Jesus escrevia na terra!! Todos chegaram perto dele, a ponto de pô-lo à prova, e ele se abaixa e escreve na terra. Note: Jesus se abaixa. Ele se põe em posição inferior à minha, pois a última coisa que Ele deseja é me condenar. Ele se abaixa e escreve na terra. "Do pó viemos e ao pó voltaremos". Nesse momento Jesus meditava as nossas misérias, a nossa humanidade, as nossas fraquezas que nos impulsionam a atitudes incertas. E depois disso tudo, Ele olha para a mulher e diz: "Nem eu te condeno." Ele, todo poderoso, santo, Deus, decide por não condenar aquela mulher. A própria consciência dela já a condenava. Jesus não quer te condenar. Ele só quer olhar nos seus olhos e dizer "Não tornes mais a pecar, o meu desejo é a tua alma santa."

Por isso, esse é o momento de você recomeçar uma nova caminhada com Jesus, somente permita que Ele olhe nos seus olhos.